Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Pai... (em memória) meu eterno luto

Chegou à hora

E eu não disse nada!
Ficou tarde demais pra mim!
 
Poderia ter dito que realmente te amo,
Antes que partisse,
Mas guardei meus sentimentos,
Pra demonstrá-los em lágrimas,
 
Lágrimas__ de que adiantam?
Se eu poderia ter feito mais por ti,
Mas não fiz...
 
É a minha confissão de culpa,
Pelo amor que escondi,
Pela solidão no teu semblante,
Desses tempos longe de mim,
 
E só agora que tenho as mãos vazias,
Compreendo a razão,
Desta noite em meus dias,
 
Perdoa-me meu Deus
Pela solidão que o fiz sentir.
Pelas palavras que eu não o disse,
Pelo tempo que lhe neguei.
 
Perdoa-me...
Por não ter dito a ele que o amava
E tê-lo deixado partir assim,
 
Sem ao menos dizer: obrigado pai!
Por tudo que fizeste por mim.

23/06/2010
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 23/06/2010

Música: Balada para Adelina - Richard Cleiderm

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários