Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


A poetisa Chorou!

Não houve sofrimento igual ao dela
Sob a luz da lua, debruçada na janela
Ela se lembrava ainda atordoada
De tudo, de como sua alma foi dilacerada
 
- A estrada por onde passavam....
As mãos dadas, o carinho...
O cantar dos pássaros..
O amor revelava-se pelo caminho.
 
Não havia maldade naquele amor
Cujo único algoz era o destino
Que insistia em lembrá-los do seu presente
O motivo que os faziam descontentes
 
Apesar... Sempre sorriam, trocavam afeto
Cartas docemente escritas eram trocadas
O amor era vivido intensamente e, entre
Amor e medo a poesia de suas vidas foi criada
 
O destino, ah o destino silencioso e cruel
Jogou sobre eles o gelo guardado no tempo
Transparente, irremediável... Sabor do fel
Pondo um fim, no que seria a perfeita lua de mel
 
... Não houve sofrimento igual o dela
Hoje, sob a luz da lua, debruçada na janela
Tristemente dilacerada, sua queixa derramou
Sem mais palavras, pois todas são de dor...
 
Sozinha a poetisa chorou!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 08/11/2010

Música: love by grace - Lara Fabian

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários