Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


O mistério do Jardim

Mesmo que quisesse demonstrar atenção e abrir novamente a janela, nada mais adiantaria,
O jardim era o mesmo, as flores continuavam exalando seus aromas, perfumando o ambiente singelo, os caminhos que eram mais que labirintos ainda existiam, o sensor que denunciava sua tristeza havia permanecido lá, o mar que os separavam, já não separa mais, o mar nunca existiu, e aquele amor desesperadamente rubro, nem era amor, nem era rubro.
Mas, ele insistia em abrir a janela, queria “ver” o canto triste do pássaro, lhe fazia bem pensar que a tristeza naquele canto era por sua causa ou por seu descaso; como era altivo seu ego! Imaginar que em sua presença, era o pássaro a beijar sua mão, ou que, no seu canto havia pra você um pedido de perdão.
Eu ouvi dizer que este pássaro possui uma égide de ouro e que canta no ninho do amor, no lugar onde poesias são poesias e o que passar disso é ilusão.
Num rio de palavras turvas, onde as reticências apenas esperam por mais palavras, que dê sossego a sua alma farta de sofrimento, te vi desfalecer de tanto esperar outro cântico... Eu sinto muito!
E neste momento o pássaro cantou voando por cima de tudo e no seu canto estava escrito: Liberdade a você e ao seu jardim, escute meu ultimo canto... Nunca mais espere por mim.


 

 
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 18/04/2012
Alterado em 15/12/2013

Música: you've got a wai - Shania Twain

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários