Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


O silêncio da vida

Quem retém do silêncio a nobreza
E guarda com tristeza na alma
a hora triste da incerteza...

No canto, em qualquer recanto
onde tudo se consumou e fez
sem aceite engasga o pranto.

Amores construído de pedaços
resto de vida, enfim voam de vez
desfazendo-se do nó o laço.

E traz a sutil recompensa do vento
a maré ou um falso tormento
que o espera no próximo surto...

.... No súbito sinal se esvai, no
silêncio da voz promissora
devolvesse-lhe o corpo à terra.

A insuportável agonia dos seres
a vida desprendida da dor
a dor que agora prende vidas
despede-se de vez deste amor.

Misturam-se sentimentos e 
lagrimas, na quebra do Fio de prata,
só há sofrimento e prantos!.
E a culpa que agora vos matam.

E na mais extrema entrega 
enche-se o Ser de esperança 
ao descansar nos braços do Pai 

no começo da Vida e Eterna Aliança.
 
(Postado por Sandra Carvalho)
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 01/05/2015
Alterado em 02/05/2015

Música: Please forgive-me - Brayan Adams

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários