Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Mãe

Queria começar este poema dizendo que te amo,
E o quanto você faz falta aqui,
No quanto é importante pra mim,
Sua vida compensa muito do que já perdi.

Suas lagrimas hoje brotam mais rápido,
Vejo que está mais frágil seu coração,
Mais vulnerável mais dependente,
E seus pés já andam sem direção.

As lagrimas que caem de seus olhos,
São como os verdadeiros cristais,
União de elementos vitais,
Saudade, tristeza, melancolia.

De quem lutou tanto pra ser feliz um dia.
Como eu gostaria que elas fossem
De alegria, assim valeria a pena vê-las caindo,
Dissolvendo-se no impacto do chão,
E eu poderia ver um sorriso de alegria...

E não lagrimas de decepção,
A idade já lhe afeta e, busca em cada filho
Um abraço de consolo,
Um espaço que acomode sua solidão.

Isso me corta o coração!...
Corta-me o coração saber que você não
Entende que o amor é assim,
Quanto mais se divide mais aumenta.

Que agora não tens só filhos,
Tem genros e noras, netos e bisnetos,
E que todos são continuidade de sua história,
Mãe não chore e não se sinta só.

Seus filhos nunca deixarão de te amar,
E esse amor aumenta cada dia mais e mais,
Porque o melhor dos filhos
É com certeza os pais.

FELIZ DIA DAS MÃES!!!
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 07/05/2016

Música: A_Walk_to_remember_Soundtrack_-_its_gonna_be_love - mandy moore

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários