Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Mártir

Caminham as sombras de mãos dadas
Rumo ao destino não traçado, em
Esperanças desmedidas e absurdos
Sonhos nos encantados contos...
 
A vida não contou a existência das
Fadas, nem mágicos ou ilusionistas
Tapetes que voam, barcos que se
Afundam, sonhos que se despedaçam
 
Enquanto voam os pensamentos
O céu não tem limites, não enxerga
O sofrimento da folha que retirou do 
Galho e a deixa em lamentos... voando só
 
Resta ainda forte sentimento
Sobras do desgaste, esgotamento...
Solidão, fraqueza e tristeza
Medo de não estar a contento
 
Afeto além dos olhos não é sustento
O amor em risco.... Não é o momento
Ao afeto sem nome sem alicerce
Chama-se: a casa construída na areia...
 
Como pedra de gelo no calor
Subitamente derrete e só molhará
Os meus olhos cansados que guardam
As lágrimas em baixo do travesseiro
 
E sofre calada. Das cartas que lhe
Escrevo um pouco as tenho guardadas
E nelas digo: para outro desprezo não
Estou preparada.
 
E certamente serei “Mártir”  
Aquela que abdicou a vida por amar-te
A isto, que haja confabulação, para que
Tão cedo não pare de bater o meu coração
 
 
 
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 20/10/2016
Alterado em 21/10/2016

Música: christina_perri_a_thousand_years_official_music_video_mp3_65612 - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários