Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Serenar

Quando a tempestade ameaça
A águia voa acima dela e não
Dá descanso as suas asas até
Sentir-se segura, plena ela pousa
Nas rochas firmes, longe das
Desordens que causam os
Ventos fortes sobre os humanos
Ela espera serenar planando 
Imagino-me acima do desanimo
Das malhas das dúvidas e das
Fraquezas das emoções...
Minha voz imposta a mudez
Faz findar a linha mal escrita 
Pelo tempo, o vento levou a
Carta de palavras pesadas a mim
Proferidas, findam as noites dos
Pesadelos em minha vida
Indiferente e descrente das
Palavras amenas em hora tardia
Planando acima das tristezas
venço minhas dores sozinha
Como a águia que não perde 
As forças, nas tempestades
De quase todos os dias...

 
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 22/11/2016
Alterado em 22/11/2016

Música: Murmures - Richard Claiderm

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários