Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Portas

 
Tudo muda, a esperança desceu cachoeira
a baixo, as lagrimas não fazem mais sentido,
a depressão tenta ganhar espaço.
O alegrar de sentir-se amada, foge o amado,
na maneira mais cruel de se dizer adeus,
fecho a janela em sofrimento,
pois teus filhos não são meus.
E das portas da prisão onde vivo
em confinamento, tens sua liberdade,
pois fecho-a por dentro,
e a porta que nos vincula
cairá também no esquecimento...
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 07/02/2017
Alterado em 07/02/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários