Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Eu te Amo

Sinto seu carinho, como brisa mansa, 
Sinto-me abrigada ao ser teu abrigo, 
pois quando tocou-me levou minha alma, 
Hoje sou o lugar onde podes derramar 
Todo teu ser, como num pacto de amor

No altar da ausência das palavras, 
Dos tempos sofridos decididos a 
'Dessofrer', Quero deitar-me na relva 
Molhada, sob os olhos da lua e ser 
Aquecida pela presença sua...

Que orvalhada entende o meu querer.
Doce presença tão amada que em 
palavras não sei descrever...
Como uma unção de afeto indizível, 
Na incompreensão dos que nunca 
Souberam o que é o amor em sua imensidão.

Amor que não te fere, que se rende por inteiro, 
mas não se entrega antes de te-lo 
Submisso assim como te quero 
E te quero "flama". E ver teus cabelos 
Contrastando com os meus, a luz do sol 
Ou da lua e nossas almas nuas...

Entregues ao amor no beijo mordido, sedento, 
Que torna a existência o muito e multiplica até 
Se tornar infinito. segredando nosso momento 
Em qual quer tempo, em carne ou espirito.
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 02/03/2017
Alterado em 04/03/2017

Música: Eternal flame - Conjunto Bangles

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários