Silviah Carvalho
 "Sobrará culpa aonde faltar o amor... Não se culpe, Ame"
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Madrugada intensa

Madrugada! O quanto de ti eu sei, se me
Escondo no teu silencio movo-me em tuas
Horas e me esqueço de quantas vezes eu
Naufraguei, eu me desiquilibrei...

E hoje uma brisa umedecida, tocou meu
Rosto... sentindo-me tão longe dele........
A nevoa na minha alma é tão somente
Minhas lagrimas tornando-se densas...

Dispersas em brisa para abrandar minha
Tristeza em vãos momentos de recaídas
Tua tristeza, minha tristeza refletida
Em noites como essas, mal dormidas

Não adianta o soluçar do peito
Não adianta me derramar no leito
Nada adianta quando tudo parece
Desfeito, sem continuação, sem...

...Esperança, o mundo parece não 
Existir sem você e se existisse eu não 
Queria estar nele, pois tudo é sombrio
E o nada, pesa bem mais que o tudo

Neste sonho louco, onde ter pouco 
É ruim e ter muito é pouco, divido
A vida que duvido com você, na
Insegurança de sempre, ter ou não
Ter.

 
Silviah Carvalho
Enviado por Silviah Carvalho em 13/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários